Curitiba

Médico atinge paciente com celular durante discussão em Londrina

O médico tentou impedir a mãe de gravar a discussão e acabou atingindo a criança sem querer

A mãe resolveu gravar a discussão quando o médico tentou impedir e acabou acertando o aparelho celular na criança (Foto: Marcelo Bonomini/RICTV Londrina)

*Com informações da repórter Daniela Calsavara, da RICTV Londrina

Uma briga entre a mãe de um paciente e um médico foi registrada neste domingo (15) no Pronto Atendimento Infantil (PAI) de Londrina, no norte do Paraná. Durante a confusão, o médico teria acertado a criança com um celular.

Com a falta de um médico, a espera no local estava de aproximadamente 10 horas. A mãe de uma criança que aguardava atendimento resolveu questionar a demora com um profissional e as emoções se exaltaram.

Durante a discussão, a mulher pegou o celular para filmar a confusão e foi nesse momento que o médico teria tomado o aparelho da mãe e atingido a criança, sem querer. Muito abalada, a mãe resolveu chamar a Polícia Militar (PM) e registrar um boletim de ocorrência.

A gestão do pronto atendimento foi questionada pela equipe da RICTV, que foi até o local registrar o caso, e foi dito que um dos médicos teria se sentido mal durante o plantão e foi embora. Por isso, apenas dois profissionais ficaram para realizar o atendimento. Enquanto um realizava a triagem, o outro atendia os casos mais graves.

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)

Idoso sofre mal súbito e morre

O idoso de 65 anos sofreu uma parada cardiorrespiratória dentro do transporte coletivo; o atendimento durou quase uma hora

O idoso de 65 anos sofreu uma parada cardiorrespiratória dentro do transporte coletivo e teve um traumatismo craniano durante a queda no veículo (Foto: Reprodução/Marcelo Bonomi)

*Com informações da repórter Daniela Calsavara, da RICTV Londrina

Um idoso morreu depois de sofrer um mal súbito dentro do transporte coletivo de Londrina, no norte do Paraná, neste domingo (15). Com a queda, ele sofreu um traumatismo craniano.

O senhor, de 65 anos, teve uma parada cardiorrespiratória e bateu a cabeça depois de desmaiar. Uma viatura da Polícia Militar (PM) estava passando pelo local e fez os primeiros socorros até a chegada do Corpo de Bombeiros (CB).

Depois de quase uma hora de atendimento, tentando reanimar a vítima, ele foi declarado como morto. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e deixou todos os passageiros comovidos.

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)

Briga de casal termina em confronto policial em Maringá

De acordo com a PM, os vizinhos ligaram para o 190 depois que perceberam que o homem estava muito agressivo e atirava contra a companheira

Quando os agentes chegaram no local, uma espécie de confronto foi iniciada, já que o suspeito apontou a arma para um dos policiais (Foto: Emerson Carvalho)

*Com informações do repórter Fábio Guillen, da RICTV Maringá

Um homem foi morto a tiros durante um confronto com a Polícia Militar (PM) em Astorga, no noroeste do Paraná, neste sábado (14). A confusão começou com uma briga de casal.

De acordo com a Polícia Militar (PM), os vizinhos ligaram para o 190 depois que perceberam que o homem, de 32 anos, estava muito agressivo e atirava contra a companheira.

Quando os agentes chegaram no local, uma espécie de confronto foi iniciada, já que o suspeito apontou a arma para um dos policiais. Um dos agentes reagiu e acabou disparando contra o homem, que morreu no local.

Por sorte, a mulher conseguiu se esconder e não foi ferida pelos disparos. Um inquérito vai ser aberto para apurar as circunstâncias da ocorrência. Além da arma que o homem portava, outra foi encontrada dentro da residência. Ambas foram encaminhadas para a delegacia.

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)