Curitiba

Vocalista do Ira! pede desculpas por se apresentar em más condições em show

Nasi admitiu que bebeu demais e disse que, além disso, foi picado por algum animal peçonhento

Nasi pediu desculpas aos fãs que se chatearam com a situação. Foto: Divulgação.

O vocalista da banda Ira!, Nasi, divulgou um pedido de desculpas pelas más condições em que se apresentou na virada de sábado, 5, para o domingo, 6, em São Paulo. O grupo fez um show no O Kazebre, na zona leste da capital paulista, e muitos fãs relataram que o cantor estava bêbado.

“Ontem foi uma noite atípica”, diz Nasi no vídeo divulgado aos fãs. Ele afirma que o grupo tinha feito um show antes, em Ribeirão Preto, e que ele tinha bebido muito no intervalo de tempo entre essa apresentação e o início do show na capital paulista, às 2 horas da madrugada.

Além disso, ele diz ter sido picado por um animal peçonhento e não deu a devida atenção ao problema, o que teria agravado o mal-estar.

“Eu peço desculpas. Prometo que isso nunca mais vai acontecer, peço desculpas a todos os fãs, espero retribuir em outras apresentações”, diz. Ele também agradece a todos os integrantes da banda que “seguraram a onda” dele.

Em vídeo no YouTube, na apresentação da música Eu Quero Sempre Mais, é possível ver o vocalista sentado na maior parte do tempo, quase sem cantar.

 

Decepção

No domingo, quem estava na apresentação fez comentários negativos na página do O Kazebre no Facebook. Nasi estava “sem condições de cantar e nem de ficar em pé”, disse uma pessoa.

Segundo os relatos, os outros integrantes da banda tentaram “salvar” o show, principalmente o guitarrista Edgard Scandurra. Algumas pessoas também falaram que a apresentação começou tarde e, na saída, uma fila se formou na bilheteria do local para reclamações.

“Fiquei muito triste em constatar que talvez eu nunca mais assista um bom show do Ira!. Que tristeza constatar que aquele vigor e presença de palco típicos do Ira! podem ter sido deixados definitivamente no passado”, comentou outra pessoa.

Na página, as pessoas pedem reembolso pelo show que, segundo elas, não aconteceu. “Se viram a situação dele, por que permitiram o ‘show’? Não seria mais adequado e honesto cancelar o evento e devolver o dinheiro?”, questionou uma fã.

A banda interrompeu a carreira em 2007 devido a desentendimentos entre os integrantes. O retorno foi anunciado em 2014.

O E+, seção de notícias de entretenimento do portal do jornal O Estado de S. Paulo, entrou em contato com a casa de shows para um posicionamento, mas não recebeu retorno até a publicação desta nota.

 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Clipe de 'Despacito' se torna o clipe mais visto do Youtube

Zezé Di Camargo e Luciano lançam inéditas e DVD com sessão em estúdio

“Dois tempos – parte 2” chegou às lojas em formato kit com novas faixas, arranjos e participações especiais

Novo trabalho de Zezé Di Camargo e Luciano chegou às lojas e plataformas digitais em 23 de junho (Foto: Divulgação)

Maiores nomes da música sertaneja, Zezé Di Camargo e Luciano apresentam um novo projeto, com direito a músicas inéditas e registros de uma sessão de estúdio com convidados especiais. “Dois Tempos – Parte 2” chegou às lojas e plataformas digitais em 23 de junho. Em formato de kit, que inclui disco com 15 novas músicas, além do DVD com sessão ao vivo em estúdio, a dupla dá continuidade ao primeiro “Dois Tempos” e inclui faixas dos dois álbuns e as participações de Marília Mendonça e Felipe Duran.

Lançada em dezembro do ano passado, a primeira parte do projeto “Dois Tempos” chegou celebrando os 25 anos de estrada dos irmãos. “O projeto tem este propósito de mostrar dois tempos em duas vozes, que há duas décadas e meia invadem tempos, fases, estilos e, modéstia à parte, são referências com orgulho e prazer”, afirma Zezé Di Camargo. A ideia de unir o repertório dos dois projetos em uma sessão de ensaio em estúdio alcançou um resultado tão satisfatório, que a dupla resolveu levar esse trabalho ao conhecimento do público e comercializar os bastidores que normalmente não chegam ao produto final de um CD/DVD.

O trabalho foi todo registrado como se fosse uma apresentação ao vivo, mas sem espectador, dentro do estúdio, com os infalíveis pitacos entre músicos, cantores e convidados especiais. Zezé Di Camargo define o clima “quase como um unplugged”, tamanho é o tom intimista do registro. Sem plateia, com foco concentrado na concepção musical de fato, “Dois Tempos – Parte 2” tem origem em um projeto espontâneo, na mais fiel concepção do sentimento por cada canção trabalhada. As faixas do CD são inéditas. Já as faixas da session, captadas para o DVD, incluem canções do projeto “Dois Tempos”. 

O trabalho foi gravado no Estúdio de Fernando e Sorocaba, em São Paulo, com direção de Catatau e produção dos renomados Blener Maikon e Felipe Duran, que contam ainda com a consultoria musical de Hélio Bernal. Marília Mendonça empresta parceria em “Deu ocupado de novo”, uma regravação de grande sucesso da dupla, na década de 90, que ganha nova roupagem ao lado da “rainha” do atual sertanejo. Felipe Duran também comparece como participação e produtor. Além deles, os vocais de Fagner em “Frio Na Primavera” também engrandecem a segunda parte de “Dois Tempos”.

“A ideia é mostrar uma produção mais simples, como acontece no estúdio, a banda tocando ao vivo. Funcionou tão bem que a gente quis lançar comercialmente, mas sem o compromisso de ser tipo um DVD convencional. A gente quer mostrar como é feito um disco, aquele encontro entre produtores e músicos, a maioria das pessoas não tem noção de como é feito. Então, é um registro, o mais autêntico possível, do clima no estúdio”, diz Luciano. Ao que Zezé Di Camargo completa: "É como mirar em nós mesmos e refletir para as pessoas, para os nossos fãs, onde nasce o som nosso de cada dia. A ocasião marca ainda a – digamos - estreia de uma banda que nunca cantou com Zezé Di Camargo e Luciano, mas que, como tantos novos músicos, beberam da fonte da dupla, que é referência neste e em todos os tempos.

Veja também
Rumo a carreira internacional: Anitta já prepara disco em inglês

Envie seu comentário

Comentários (0)