Curitiba

Brigas, nudez e morte de animais: o que acontece com a aviação?

Histórias bizarras e incidentes foram registrados em viagens de avião e viraram manchetes em todo mundo; veja

Histórias bizarras aconteceram durante viagens de avião. (Foto: Montagem/R7)

*Do R7

O que está acontecendo com a aviação? Só neste mês, histórias de nudez, violência e morte de animais de estimação nos voos dominaram as manchetes nacionais e internacionais. E parece que nenhuma companhia aérea é imune.

Para tentar amenizar a situação, uma das companhias aéreas lançou um programa de treinamento para ensinar os funcionários a serem mais cuidadosos, simpáticos e eficientes com os passageiros.

De acordo com o Departamento de Transportes, as queixas contra as companhias aéreas caíram em 2017 em comparação a 2016. Mas não é isso que mostram as manchetes recentes sobre o assunto. Veja:

Pastor alemão é enviado ao Japão por engano

Um cachorro foi enviado para o Japão ao invés do Kansas. Irgo, o pastor alemão, acabou no país errado quando sua dona, Kara Swindle, estava de mudança para Oregon. Como Irgo é de uma raça grande, ele teve que ser transportado pelo canil no portão de carga do avião. Quando Swindle foi pegar seu cachorro descobriu que ele estava desaparecido. No lugar, havia um dogue alemão a esperando. A United confirmou que a confusão ocorreu em uma escala. Um dia depois, Irgo voltou para o Kansas.

Pai e filha são expulsos do avião

Um homem e sua filha foram expulsos de um depois que a criança supostamente não queria se sentar. Segundo uma testemunha, a menina estava assustada instantes antes da decolagem. Quando o pai tentou conversar com o comissário, ele teria se afastado e pedido que alguém o removesse do voo. Eles foram recolocados em um voo diferente e seguiram para o destino final

Homem negro acusa a companhia aérea de racismo

Um homem acusou a United Airlines de preconceito racial. Tudo porque uma mulher colocou os pés na mesa da bandeja e se recusou a removê-los dizendo que ele estava "atrapalhando seu voo". O rapaz acusa a companhia aérea de pagar mil dólares para que a mulher tirasse os pés. Ele ainda disse que não foi tratado com respeito por causa de sua cor de pele. A United negou as acusações.

Bulldog francês morreu no compartimento de bagagem

Os proprietários de um buldogue francês pagaram 125 dólares para ter o cão a bordo e estavam com a caixa para o transporte de animais em voos. Um comissário pediu para que a família colocasse o animal no compartimento de bagagem. O cão não resistiu e morreu durante a viagem. A causa da morte é considerada falta de oxigênio. A United reivindicou a responsabilidade total pelo "trágico acidente" e ofereceu a compensação familiar.

Passageiro veste colete salva-vidas no céu e espalha pânico

Um passageiro foi removido por funcionários da aviação por usar um colete salva-vidas a bordo e instruir outros passageiros a fazer o mesmo. Apesar de os membros da equipe removerem o colete e guardar o item, o passageiro o retirou e colocou de volta outras seis vezes seguidas. Ele alegou que “podia ver e sentir" o perigo. O avião aterrissou no seu destino e o passageiro foi preso e entregue às autoridades aeroportuárias.

Piloto estrangula funcionária de aeroporto  

Um piloto americano da American Airlines foi preso antes da decolagem em um voo programado para voar de São Paulo, no Brasil, para Miami. Tudo aconteceu depois que o piloto brigou com uma funcionária do aeroporto. Quando ela pisou acidentalmente no pé do piloto, ele ficou bravo, empurrando-a e agarrando-a pelo pescoço. Um operador de manutenção do aeroporto teve que intervir e o voo foi cancelado. O piloto foi preso e seu passaporte foi retido.

Briga entre passageiros

Dois passageiros se envolveram em uma briga a bordo de um voo. Testemunhas contaram que um dos passageiros foi convidado a sair do avião após discutir com um comissário de bordo por conta das caixas aéreas. Quando ele se recusou, o piloto pediu que todos os passageiros saíssem da aeronave. Para evitar a situação, um outro passageiro pediu ao homem para sair, provocando a briga. De acordo com a companhia aérea, os passageiros envolvidos na confusão deixaram o avião e foram levados para autoridades locais.

Mãe foi expulsa por causa do filho  

Uma mãe viajava sozinha com seu filho de 6 meses quando foi removida de um voo da Spirit Airlines. O comissário alegou que o bebê estava doente porque não parava de regurgitar. A mãe explicou que seu filho já estava assim antes de embarcar e pediu para sentar no corredor para ficar mais fácil cuidar da criança, mas foi tudo em vão. Fora do avião, ela descobriu que sua bagagem não havia sido removida. A companhia disse que a decisão de remover a mulher do voo foi baseada na "segurança de outros passageiros".

Mulher tenta abrir a porta do avião

Em um voo United Express, uma mulher  tentou abrir a porta de saída de emergência durante a viagem. A passageira estava agitada e gritava coisas como "Eu quero morrer! Retire-me deste avião!". Os demais passageiros a seguraram até o avião pousar.

Homem nu vê pornô no avião

Um passageiro foi preso depois de ficar nu e assistir pornografia em seu computador em pleno avião. Depois que um atendente de voo pediu, ele voltou a se vestir, mas passou a atacar as comissárias de voo. A tripulação contou com a ajuda dos passageiros para segurar o rapaz de 20 anos amarrando suas mãos com um pedaço de pano até que ele fosse preso ao pousar.

Homem perfura e estrangula outros passageiros

Um passageiro foi preso depois de estrangular homens, mulheres e crianças em um voo de São Petersburgo para Novosibirsk, na Rússia. O homem estava passeando pelos corredores e perturbando os passageiros, ignorando os pedidos da tripulação para se sentar. Ele agarrou o cabelo de uma mulher e xingou um bebê. O homem foi levado para a cela do aeroporto assim que o avião pousou

Passageiros são levados para o destino errado

Cerca de 34 pessoas foram levadas para o destino errado. Os passageiros foram informados que o voo para Gotemburgo, na Suécia, tinha sido adiado devido ao clima. Poucas horas depois, um avião chegou e o grupo de pessoas embarcou, porém o voo era para Luleå, no extremo norte do país. A confusão aconteceu porque a companhia aérea cancelou o voo original, mas não informou os passageiros que esperavam no aeroporto.

Leia também:

 

 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Índios e Funai fazem acordo para estudos sobre linha de energia no Amazonas

Para a Funai, é necessário adequar o plano de trabalho apresentado pela Eletronorte ao Protocolo de Consulta dos indígenas

Para a Funai, é necessário adequar o plano de trabalho apresentado pela Eletronorte ao Protocolo de Consulta dos indígenas (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

*Da Agência Brasil

Líderes dos índios Waimiri Atroari firmamaram nesta semana um acordo com a Fundação Nacional do Índio (Funai) para realização de estudos na área indígena, localizada no Amazonas. Pelo acordo, uma equipe multidisciplinar poderá trabalhar no Plano Básico Ambiental do projeto do Linhão (de energia) Tucuruí, que liga Manaus a Boa Vista.

Para a Funai, é necessário adequar o plano de trabalho apresentado pela Eletronorte ao Protocolo de Consulta dos indígenas. Após a adequação, deverão ser discutidas as ações de mitigação e compensação entre a Eletronorte e os Waimiri Atroari.

"A construção dessa linha de transmissão é uma das prioridades do presidente Michel Temer, que está preocupado com a grave crise energética do Estado de Roraima", diz o o presidente da Funai, Franklimberg de Freitas.

No último fim de semana, a Venezuela interrompeu o fornecimento de energia para o estado por quase 24 horas após a queda de árvores em uma linha de transmissão localizada em área de difícil acesso. Roraima é o único estado que não está integrado ao sistema nacional de abastecimento. O Linhão Manaus-Boa Vista seria uma forma de garantir essa integração.

Em nota, a Associação Comunidade Waimiri Atroari afirma que autorizou apenas os estudos para a elaboração do plano básico, mas essa autorização está condicionada ao respeito ao protocolo de consulta, feito com base na Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

No dia 25 de abril, ocorrerá uma reunião entre líderes indígenas e representantes da empresa contratada para realização dos estudos. Os Waimiri Atroari destacam que sempre estiveram abertos ao diálogo e ressaltam que as obras precisam cumprir algumas condições, pois costumam ter impactos ambientais e deixam a população indígena em condição vulnerável.

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)

OVNI é avistado por jato da marinha dos Estados Unidos

Vídeo militar foi postado em canal do YouTube que conta com ex-membro do Pentágono. Registro mostra o OVNI em alta velocidade

(Foto: Reprodução)

 

*Do Hora 7

Um OVNI foi avistado por um jato da marinha norte-americana e o registro veio a público por meio do YouTube. O vídeo militar mostra uma aeronave não identificada cruzando o radar acima em alta velocidade, na costa leste dos Estados Unidos, em 2015.

A publicação é de autoria da To The Stars Academy of Arts and Science. De acordo com a CNN, a organização conta com Luis Elizondo, ex-chefe do agora extinto programa do Pentágono de identificação de objetos no setor aeroespacial

O canal garante que a filmagem é do Departamento de Defesa norte-americano e foi gravada por um jato F/A-18 Super Hornet, que possui os sensores mais avançados do mercado. O vídeo explica cada item presente no radar da aeronave.

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)